Lusofonia em Alta Performance na Flórida

O carro com o número 5 da Mustang Sampling Cadillac, pilotado pelos pilotos portugueses Filipe Albuquerque e João Barbosa e pelo piloto brasileiro Christian Fittipaldi, foi o grande vencedor da prova das 24 Horas de Daytona, que se corre no estado da Flórida, nos Estados Unidos da América.

Esta tripla da lusofonia não venceu apenas a prova como quebrou um recorde com 36 anos ao bater o recorde de distância percorrida durante a corrida, percorrendo o circuito por 808 vezes, fazendo mais 46 voltas que o recorde anterior.

Depois de no ano de 2017 os três pilotos terem terminado a prova em segundo lugar, na prova que teve o seu início no sábado passado, o carro número 5 que partiu da segunda posição, depois de ter falhado a pole position por um centésimo de segundo, fazendo uma gestão perfeita de toda a corrida, com os pilotos a fazerem as trocas em momentos chave que lhes permitiu vencer a prova, recuperando desde o final do primeiro terço da prova as oito voltas de atraso com que estavam relativamente aos primeiros classificados.

A desilusão da prova foi para a equipa United Autosport, de Fernando Alonzo, que após problemas nos travões, terminou a prova na 38ª posição.